Entenda no post de hoje por que a altura do monitor ou do seu notebook pode ser a causa das dores que você sente no pescoço.

 

Dor no pescoço, dor nas costas e outros sintomas podem estar relacionados à altura do seu monitor enquanto você trabalha. Um simples movimento do pescoço olhando para baixo ou para cima durante muito tempo é o suficiente para gerar desconforto.

No post de hoje, você vai entender a relação entre essas dores e a posição do seu monitor ou notebook.

 

Como é a sua postura usando o notebook ou computador?

A inclinação pode afetar no peso do pescoço

Dependendo de como você se inclina para poder enxergar a tela do computador, o movimento gera mais peso na parte de trás do pescoço.Os músculos do pescoço precisam, então, fazer maior esforço para suportar esse peso, o que não é bom.

Essa posição configura má postura, e a má postura na coluna cervical é uma das principais responsáveis por causar dores, desconforto e até doenças. O melhor a fazer para evitar a dor no pescoço é a prevenção. Analgésicos e anti-inflamatórios podem ajudar a aliviar as dores, mas somente o médico pode passar um diagnóstico e um tratamento adequado.

 

A altura da mesa

Nenhum relaxante muscular é capaz de prevenir uma hérnia de disco, ou a artrite reumatóide. Portanto, fique sempre atento à altura da mesa de trabalho.

Ela influencia diretamente na posição do pescoço enquanto você olha para o monitor. Com o posicionamento incorreto, podem surgir várias doenças ao longo do tempo, como as duas citadas acima.

 

A altura da cadeira

A cadeira também tem grande influência no posicionamento da coluna vertebral. O ideal, caso a cadeira seja alta demais, é sempre contar com um apoio para os pés. Assim, seu corpo não fica em desequilíbrio, o que também pode gerar dor em diversas partes do corpo.

 

Postura correta no home office

Como está sua postura no home office?

Você já prestou atenção em como está se sentando para trabalhar? E ao longo do dia, você muda de postura?

Normalmente, nosso corpo tenta encontrar variações para posições quando nos cansamos. Isso pode gerar movimentos inconscientes que nos colocam em posições desconfortáveis.

Se nós não sentimos dores imediatamente, continuamos nessas posições até nos darmos conta delas. O ideal é sempre estar atento à sua postura durante todo o período de trabalho.

A altura dos olhos deve coincidir sempre com a altura do notebook ou monitor.

 

Perigos a longo prazo

Em alguns casos, passar longos períodos de tempo com a postura incorreta é o suficiente para causar dor cervical. A dor no pescoço pode evoluir, tornando-se insuportável, o que indica claramente a presença de uma condição mais grave.

Além disso, a raiz nervosa do músculo pode inflamar, o que pode ser muito difícil de resolver, já que estamos o tempo todo movimentando o pescoço. Compressas quentes podem aliviar o quadro, mas é muito provável que seja necessário utilizar colete cervical ou engessar o pescoço.

Para evitar tudo isso, basta manter a postura correta no computador.

 

Adotando pequenas mudanças

Antes de mais nada, se você tem dores frequentes não apenas no pescoço, mas no corpo todo, pode ser um caso de doença autoimune.

Consulte o médico para tirar do seu caminho essa possibilidade. Se realmente for o seu caso, saiba que a doença autoimune pode ser tratada.

Fora isso, comece a adotar pequenas mudanças para melhorar seus hábitos e postura. Lembre-se de verificar sua postura, pelo menos, a cada uma hora, ajustando-a.

Sente-se corretamente, com as pernas e pés na posição recomendada (veja mais abaixo). Não recline sua cadeira, não fique muito longe do monitor e tente manter o pescoço ereto.

 

Dicas para ter mais conforto

Em primeiro lugar, você precisa garantir que sua postura esteja correta. A melhor postura possível é como se segue:

  • Coluna ereta, com pescoço alinhado às costas;
  • Braços descansando sobre apoios da cadeira ou sobre a mesa;
  • Cotovelos alinhados com o tronco, formando um ângulo de 90°;
  • Olhos na altura do monitor, sem precisar olhar para baixo ou para cima;
  • Pés totalmente apoiados no chão ou apoio para pés;
  • Joelhos dobrados em um ângulo de 90º.

 

Móveis ergonômicos

Uma cadeira ergonômica e uma mesa com regulagem de altura podem ser a chave para o seu conforto no trabalho. Os móveis devem se ajustar ao seu corpo, e não o contrário. Cada pessoa tem um corpo diferente, necessidades diferentes e, portanto, precisa de um móvel ajustável.

 

Alongamentos e pausas

Fazer alongamentos antes e depois das atividades pode ajudar a melhorar os quadros de dores no pescoço e em outras partes do corpo. Alongar os músculos ajuda a diminuir o esforço que eles precisam fazer em determinados movimentos e posições.

Além disso, fazer pausas é essencial. Faça pausas frequentes, entre 5 a 15 minutos cada. Isso ajuda o corpo a descansar da posição, recompor as energias e até aumenta a produtividade no trabalho.

Se os sintomas persistirem, não hesite em procurar um médico! Se este texto foi útil para você, compartilhe!