Descubra tudo sobre a cãibra no pescoço e o que pode estar causando este problema que afeta uma grande parcela dos brasileiros.

 

Aproximadamente dois terços da população sentirão dor na nuca pelo menos uma vez ao longo da sua vida. Nos casos severos, é normal que ela impeça a execução de tarefas cotidianas e triviais, causando dor e desconforto. Suas causas mais comuns são tensão muscular ou hipertensão. Ainda que a dor na nuca cause sério desconforto, mostraremos abaixo algumas causas e exercícios para reduzi-la.

 

Cãibra no pescoço e dor na nuca por tensão muscular

A dor na nuca é o principal sintoma da tensão muscular, e também pode ser acompanhada de dor de cabeça em alguns casos, além da temida cãibra no pescoço.

Ficar longas horas na mesma posição, especialmente diante de celulares ou computadores, é uma causa aparente de tensão muscular na nuca. 

Nesse caso, a dor será provavelmente localizada na cervical, entre a nuca e o pescoço. A posição de projetar a cabeça para frente para enxergar algo, ou de mantê-la abaixada por um longo espaço de tempo, deixa a musculatura da região tensa, provoca dor e pode causar cãibra no pescoço.

A tensão muscular também é atrelada ao estresse. Após um dia estressante emocionalmente pode ocorrer desgaste, gerando dores no trapézio (ombros) e cervical (nuca) justamente por ter mantido estes músculos contraídos de forma involuntária como consequência do estresse. A cãibra no pescoço é uma das condições que podem surgir.

Um exercício que pode ajudar é encostar numa parede e ficar em uma postura ereta; em seguida abaixar o queixo lentamente em direção ao peito. Depois de chegar o mais próximo possível do peito, voltar a cabeça para a posição original lentamente. Recomendamos que o faça dez vezes.

Dor na nuca por torcicolo

O torcicolo, na maioria dos casos, é uma tensão no músculo elevador da escápula, que une a escápula a uma vértebra na nunca (cervical). A dor estará distribuída entre a parte de trás do ombro até a nuca, porém como a estrutura óssea que mais estará tensionada será a da vértebra na cervical, a dor na nuca pode acontecer de forma constante e impedirá movimentos.

Torcicolos são bastante comuns e são literalmente o estado de cãibra no pescoço, no músculo elevador da escápula. Mau jeito ao dormir, movimento repentino na região do pescoço e esforço demasiado na região são algumas causas do torcicolo.

Nesse caso, um alongamento do músculo elevador da escápula é recomendado. Basta sentar-se e, com a mão oposta ao lado da dor, puxar a cabeça na direção do ombro oposto ao lado da dor. Você deverá sentir um alongamento que vai de trás do pescoço até a nuca.

 

Dor na nuca por hipertensão

Se a dor na nuca é frequente e costuma aparecer mesmo em situações com baixa tensão física na região da nuca, é hora de consultar um médico. A hipertensão, no geral é uma causa comum de dor na região e a dor é desencadeada por emoções fortes. Normalmente é uma dor que se mantém estável durante sua duração e pode impedir a movimentação na região também.

Para tratar esta dor, opte por uma massagem relaxante, uma sessão de alongamento e consultar um médico. Saiba mais sobre a hipertensão.

Prevenção da cãibra no pescoço e dor na nuca

Para se prevenir de dores na nuca e cãibra no pescoço, recomendamos atenção à postura no dia a dia (saiba mais sobre ergonomia em ambientes de trabalho). O movimento de alongar a cervical para enxergar algo distante como um monitor, tende a ser uma causa comum em escritórios e ambientes de trabalho geral.

Esteja em dia com o oftalmologista para evitar dor na nuca

Você está enxergando bem? Se há necessidade de chegar muito perto de monitores e franzir a testa, isso pode ser um sinal de necessidade de óculos. Aproximar-se demais dos monitores tensionará sua cervical e causará danos a longo prazo a seus olhos.

Além disso, o esforço é comumente associado aos episódios de cãibra no pescoço e dores na parte superior das costas.

 

dor na nuca por falta de visão

Tenha uma mesa organizada e evite dores na nuca

Seu monitor deve estar à sua frente, a uma distância de cerca de 50 centímetros dos seus olhos (não muito longe e nem muito perto). Esse monitor deve estar na altura dos olhos, não sendo necessário abaixar/levantar a cabeça para usá-lo.

postura adequada para evitar dor na nuca

Crie o hábito da boa postura e evite a cãibra no pescoço

Repetir a postura ideal no ambiente de trabalho ajuda a fortalecer os músculos posturais e conquistar conforto ao se manter na posição ideal. A memória postural dessa posição também lhe ajudará a mantê-la, mesmo que inconscientemente.

Atividades físicas com foco em postura, como pilates e treino funcional, ajudam a fortalecer os músculos posturais e criam memória postural que evitará contrações involuntárias, lesões, dores e cãibra no pescoço.

pilates e funcional para evitar dor na nuca

Além da boa postura sentado, trabalhar em pé por algumas horas durante o dia é uma forma de prevenir algumas doenças. Isso é possível com uma Mesa com Regulagem de Altura.

Esse artigo foi útil? Compartilhe com seus amigos!