Desde que as empresas entenderam que uma maior qualidade de vida no trabalho gera retenção e satisfação de talentos, ela passou a ser um dos temas prioritários no meio corporativo. 

Por isso, um estudo da Universidade Northwestern nos Estados Unidos aponta um link direto entre a satisfação dos colaboradores com a satisfação dos seus clientes. 

Richard Branson diz “cuide dos seus colaboradores, e eles cuidarão dos seus clientes”.

 

A começar pelos benefícios que sua empresa oferece, até os lanchinhos nos intervalos, e um ambiente de valorização e respeito. 

Assim sendo, há muitas oportunidades disponíveis para aumentar a qualidade de vida no trabalho. 

Acima de tudo, ela está relacionada tanto ao clima organizacional quanto à satisfação do colaborador em exercer sua função.

 

A maior parte das pessoas investe várias horas do seu tempo acordado dentro de uma empresa. 

Desse modo, ficar em um emprego que não lhe oferece condições de trabalho adequadas não o faz se sentir bem-vindo e valorizado.

Isso gera impactos em sua saúde mental e física.

 

Além disso, como dissemos acima, os benefícios da qualidade de vida para os funcionários geram resultados financeiros para a empresa. 

Funcionários felizes são mais produtivos, se relacionam melhor entre si, são mais flexíveis para lidar com desafios e isso é algo que tem o poder de mudar o comportamento de toda a organização.

 

Abaixo listamos algumas dicas de como fazer uma boa manutenção da sua qualidade de vida no trabalho:

 

Qualidade de vida no trabalho por meio de um ambiente ergonômico

qualidade de vida no trabalho

Ambientes fisicamente adequados para a função têm impacto direto e instantâneo na produtividade do colaborador. 

Por exemplo, uma colaboradora grávida pode preferir ter mais espaços para trabalhar em pé, enquanto um colaborador com mais de um metro e noventa de altura pode precisar de uma mesa mais alta. 

Em outras palavras, esses cuidados com o corpo evitam desconfortos. Em resumo, é impossível ser produtivo estando fisicamente desconfortável, não é mesmo?

 

A Slik tem um guia completo de ergonomia no trabalho, assim como uma linha de mesas com regulagem de altura para diversos orçamentos que podem ajudar.

Apoie a saúde psicológica dos seus funcionários para uma maior qualidade de vida no trabalho

qualidade de vida no trabalho

Relações de trabalho respeitosas e saudáveis diminuem o absenteísmo e agregam para a qualidade de vida no trabalho. 

Dessa maneira, um colaborador pressionado ou com poucos recursos para exercer sua atividade não será produtivo.

 

Um exemplo de cuidado com a saúde psicológica dos seus colaboradores é o serviço Vittude. Por meio dele, a empresa pode subsidiar sessões de terapia para seu time.

Entretanto, muitas práticas podem melhorar o nível de satisfação do colaborador, o que já garante boa parte da manutenção de sua saúde mental.

Um bom exemplo é contar com horários flexíveis, permitindo ao colaborador uma melhor gestão de sua vida pessoal.

A saúde mental faz parte da qualidade de vida no trabalho. É essencial prestar atenção em questões como esta para se destacar entre as empresas do século.

Cada vez mais, fala-se sobre doenças mentais, como a depressão, a ansiedade e outras.

Esta é uma realidade de todos os dias em nossas vidas. Ignorá-la é deixar uma armadilha no próprio caminho.

Uma das constantes preocupações das empresas é referente ao estado de saúde mental de seus funcionários.

Abra espaço para conversas, faça palestras sobre saúde mental, incentive os colaboradores a procurarem ajuda caso seja preciso.

Quanto mais bem cuidados eles estiverem, maior será o nível de satisfação de modo geral.

Incentive a qualidade de vida fora do trabalho para tê-la, também, durante o trabalho

qualidade de vida no trabalho

O colaborador é um ser completo, trazendo suas alegrias e tristezas da vida pessoal junto para o escritório. 

Uma qualidade de vida fora do trabalho ajudará seus colaboradores a terem uma atitude mais positiva e emoções mais produtivas no seu dia a dia.

 

Um exemplo de ação que fomenta a qualidade de vida fora do trabalho é o Gympass

Ele é um benefício onde a empresa co-participa com uma quantia para que seus colaboradores façam atividades físicas regulares em diversas academias.

Além disso, incentive o lazer e o descanso fora do trabalho. 

Ter algum hobby, como tocar um instrumento musical, assistir filmes ou fazer algum tipo de artesanato são atividades que levam o estresse do dia a dia embora.

Uma ótima ideia é fazer workshops culturais periodicamente dentro da empresa, mostrando algumas opções diferentes.

Assim, os colaboradores podem se interessar por uma delas. Isso vai ajudar a tirar a mente do trabalho quando eles estiverem em casa.

O resultado disso é o aumento do desempenho, da satisfação e da harmonia dentro da empresa.

Oportunidades de carreira e desenvolvimento aumentam a qualidade de vida no trabalho

qualidade de vida no trabalho

Profissionais qualificados buscam uma ocupação com um objetivo que vai além do salário. 

Tais profissionais querem um alinhamento entre a função e seus objetivos pessoais de vida. 

Para isso, dar clareza das oportunidades de carreira, fornecer oportunidades de desenvolvimento e reconhecer o bom trabalho feito são importantes para a qualidade de vida no trabalho.

O plano de carreira é um dos fatores mais apreciados por colaboradores de todas as empresas.

Com um plano de carreira bem estabelecido, o profissional sabe exatamente quais são suas oportunidades e se empenha mais para alcançar os requisitos necessários.

Assim, aumenta a qualidade de vida no trabalho, já que o profissional não fica na incerteza de ter seu trabalho reconhecido, sem saber se a empresa oferece crescimento ou não.

Relações interpessoais saudáveis contribuem para a qualidade de vida no trabalho

qualidade de vida no trabalho

Como falamos anteriormente sobre saúde psicológica, um fator crítico para a qualidade de vida no trabalho é um ambiente amistoso. 

Antes de mais nada, deve haver confiança nas relações entre as pessoas. 

Os colaboradores não precisam necessariamente ser melhores amigos entre si, mas precisam ser capazes de criar redes de suporte e confiança. 

Isso os permitirá serem mais produtivos juntos.

 

Esse cuidado começa na criação de uma cultura saudável, contratação de pessoas alinhadas a essa cultura e incentivos. 

Isso possibilita que essa troca positiva aconteça entre o time.

Além disso, os gestores também podem ensinar os colaboradores a serem divulgadores da cultura organizacional.

Assim, eles espalham o bem-estar e a harmonia profissional por onde passam, deixando todos os trabalhadores mais alinhados com a proposta da empresa.

O clima amistoso é um dos princípios básicos da boa convivência, de forma que não é possível criar um bom ambiente de trabalho sem ele.

Vejamos como exemplo as empresas onde impera a competição acima do altruísmo.

Nestas, os colaboradores estão constantemente passando por cima dos outros em todas as oportunidades.

O clima organizacional se torna insustentável, criando rivalidade, desavenças e intrigas que são levadas para a vida pessoal.

Já em uma empresa com um clima organizacional harmonioso, a competição pode até existir, mas é saudável e sustentada pela reciprocidade.

 

Seguindo essas dicas, você consegue melhorar a qualidade de vida no trabalho dentro da sua empresa.