Você já se perguntou quanto tempo fica sentado durante a semana? Se a resposta para essa pergunta for não, está na hora de começar a agir e sair de trás da mesa – ainda mais se você quer ter uma qualidade de vida melhor.

Segundo um artigo publicado por Alison Bruzek, no Boston Globe, trabalhadores devem permanecer em pé ao menos duas por dia e com alguma exposição à luz solar para se manterem mais saudáveis. Quem quiser, pode tentar até quatro horas por dia para obter resultados ainda melhores.

Essas informações são baseadas em evidência científica atual, incluindo estudos epidemiológicos e controlados de longo prazo olhando para as consequências de ficar sentado.

Pesquisadores da American Cancer Society e da Universidade do Texas School of Public Health analisaram os hábitos de mais de 1.300 homens. O resultado foi que aqueles que permaneciam mais de 22 horas sentados durante a semana, tinham um aumento considerável nos níveis de pressão arterial e problemas com colesterol. A comparação foi feita com aqueles que gastavam apenas 9 horas sentados durante o mesmo período.

Também é importante ressaltar que pequenas adaptações durante o turno podem fazer tão bem quanto atividades físicas antes ou depois do período do trabalho. A rotina de quem trabalha sentado deve ser quebrada regularmente ficando de pé.

Mesas adaptáveis para melhorar qualidade de vida no trabalho

Em 2011, Dinesh John realizou um estudo com 12 pessoas que trabalhavam em um escritório e percebeu que usar uma mesa adaptável ajudou a diminuir a cintura. O professor afirma também que é preciso vender a ideia aos funcionários que permanecer longos períodos de tempo sentado pode aumentar o risco de doenças cardiometabólicas e morte.

Com todos os estudos e tecnologias existentes nos dias atuais, as formas de trabalho mudaram e as empresas precisam se adaptar a essa mudança. Dessa forma, elevam sua qualidade e o bem-estar dos funcionários. Algumas empresas ainda oferecem espaços para prática de exercícios e promovem eventos externos incentivando a vida ao ar livre como trilhas, por exemplo.

Escritórios que possuem horários e ambientes flexíveis conseguem obter muito mais eficiência de seus funcionários. A prova foi uma experiência realizada com dois grupos de funcionários em que foi solicitado que ambos focassem durante 50 minutos em uma atividade. Um grupo teria breves intervalos no período de trabalho, e o outro não.  Os que receberam breves pausas tiveram um desempenho melhor.

Para quem ainda trabalha muito tempo dentro de um escritório, inventar uma desculpa para se movimentar pode ser uma saída para melhorar a qualidade de vida. Isso vai desde convidar um colega de trabalho para caminhar enquanto conversam sobre assuntos relacionados à empresa ou até mesmo uma reunião externa, em um parque, por exemplo.

Você também pode usar seu celular como aliado. Como? Ah, basta acionar o despertador de tempos em tempos lembrando que é preciso fazer movimentos em prol da sua saúde.

Essas são algumas tendências no mundo corporativo que aplicadas na sua empresa vão fazer muita diferença, vamos nessa?