Aprenda como montar um setup produtivo com facilidades que fazem a diferença no dia a dia do trabalho.

 

Nós já falamos aqui no blog sobre 9 tecnologias para fazer upgrade no seu home office, mas nunca mostramos como utilizar equipamentos de forma integrada.

Para quem trabalha em casa é fundamental ter uma boa estação de trabalho para melhorar a produtividade.

Hoje, trouxemos algumas dicas sobre como montar um setup voltado para a produtividade.

Fique atento e leia o artigo até o final!

 

Qual a importância da produtividade trabalhando em casa?

Quem trabalha em casa pode fazer inúmeras atividades ao longo do expediente, incluindo as que não têm relação com o trabalho.

Esse desvio de foco acaba prejudicando a produtividade e o profissional pode começar a acumular tarefas atrasadas.

Como dissemos no nosso post sobre produtividade no trabalho remoto, investir em tecnologia é uma das melhores formas de ser mais produtivo.

Essa tecnologia inclui não apenas equipamentos eletrônicos, mas também o mobiliário e até periféricos que fazem a diferença.

Além disso, também entram questões como ergonomia, organização e conforto.

 

Como montar um setup produtivo e o que não pode faltar?

Vamos a uma lista de tudo que você não pode deixar faltar no seu setup produtivo.

 

Equipamentos

No vídeo abaixo, Bruno Lagoela, do Escolha Segura, mostra um setup totalmente otimizado para a produtividade.

Este é apenas um exemplo, mas ele conta com basicamente tudo que você precisa em termos de equipamentos.

Os destaques ficam por conta de ter duas telas, um Dock Station (que facilita muito as conexões), além de mouse e teclado sem fio.

 

Organização e conforto

O conforto sempre será um tema importante quando falamos em trabalho no escritório, seja em casa ou na empresa.

Se você não se sente confortável, seu corpo automaticamente encontra diversos motivos para se levantar, sair da posição ou simplesmente abandonar as atividades.

Esses motivos podem incluir dores, sono, cansaço, pensamentos repentinos, sede e até fome. Boa parte disso tem ligação psicológica com o nosso conforto no trabalho.

Por isso, observe bem os seus móveis, seu ambiente, climatização, iluminação, decoração e silêncio/barulho.

Além disso, existem alongamentos para quem trabalha sentado no escritório que podem ajudar a melhorar o conforto durante o dia.

 

Ergonomia

Sem ergonomia, a produtividade é fortemente prejudicada. Toda empresa tem o dever de garantir as condições ergonômicas, que fazem parte da segurança do trabalho (NR-17).

Dores, lesões, esforço demasiado e queda de produtividade podem todas ser causadas pela falta de um ambiente ergonomicamente ideal. Portanto, não adianta montar um maravilhoso setup pensando em produtividade se ele não tiver ergonomia.

Com isso em mente, é possível melhorar a produtividade com ergonomia no trabalho.

Veja abaixo algumas dicas para fazer isso.

 

1 – Encontre as medidas ideais

Você pode usar nossa calculadora ergonômica para encontrar estimativas gerais das medidas ideais para o seu setup, tanto em pé quanto sentado.

Existem medidas ideais para manter o posicionamento do monitor, da mesa, da cadeira e também do próprio corpo.

 

2 – Tenha uma mesa ergonômica

O melhor tipo de mesa para montar um setup produtivo é uma mesa ergonômica que tenha espaço suficiente para todas as suas coisas.

A Slikdesk High, por exemplo, possui tampos de variados tamanhos para vários tipos de setup.

Se você montar um setup com duas telas, vai precisar de espaço extra para acomodá-las.

Além disso, a melhor coisa sobre essa mesa é sua regulagem de altura automatizada.

Basta um toque no display e sua mesa sobe ou desce até a posição previamente definida por você.

Assim, você consegue respeitar as medidas ideais que encontrou na calculadora, evita dores nas costas e pode até trabalhar em pé, o que gera diversos benefícios.

 

3 – Cadeira ergonômica

Assim como a mesa, a cadeira é outra peça importantíssima de um setup produtivo.

No caso de uma cadeira ergonômica, ela deve ter regulagens para:

  • Altura dos apoios de braços;
  • Altura do encosto;
  • Inclinação do encosto;
  • Altura do assento.

Há ainda outros modelos com regulagens adicionais, como rotação dos apoios de braço.

O importante é que a cadeira deve se ajustar ao seu corpo, e não o contrário.

 

4 – Monitor

É altamente recomendável que você escolha um monitor com regulagem de altura, que já vai facilitar muito na questão da ergonomia.

A altura ideal do monitor é quando o topo da tela está alinhada com os olhos em posição natural.

 

5 – Suporte para monitor

Adicionalmente, um suporte para monitor pode ajudar a deixá-lo ainda mais livre.

Além de ficar com espaço a mais embaixo do monitor (onde ficaria o suporte fixo), você ainda consegue ajustar sua angulação, inclinação, altura e distância.

 

6 – Tapete ergonômico

Por fim, ao montar um setup produtivo onde você pode trabalhar em pé (devido à mesa com regulagem de altura), também é importante que você consiga ficar mais tempo em pé confortavelmente.

É para isso que serve o tapete ergonômico. Com sua função anti fadiga, ele melhora o conforto dos pés e diminui o impacto sentido pelos membros inferiores do corpo.