Veja os impactos da pandemia no trabalho e saiba como escolher a sua mesa de trabalho home office.

 

Google, Microsoft, Twitter, Apple, Amazon e Spotify. O que essas empresas têm em comum? 

Todas são empresas globais que, nos últimos dias, comunicaram política de home office compulsório em meio ao aumento do contágio da Covid-19. 

Empresas brasileiras também começaram medidas similares a partir do dia 16 de março de 2020, o que pode indicar que a realidade de home office compulsório estará presente para a maior parte dos profissionais de escritório dos grandes centros no Brasil.

Imagine um corredor iniciante sendo, de forma repentina, jogado num treino para maratonistas. 

O seu desempenho não será de acordo com o novo contexto a princípio. 

Essa é a situação em que muitos de nós nos encontraremos a partir deste mês: nunca fizemos home office direito (no máximo umas ou duas horinhas na mesa de jantar) e nem temos uma infraestrutura adequada, porém este é o nosso novo desafio. 

Pensando nisso, montamos uma série de recomendações e, no final, temos links com recursos de produtividade e leituras complementares para te ajudar nessa nova etapa.

 

Comunicação

Com ou sem coronavírus, a chave para trabalhar de casa com sucesso é comunicação clara com seu gestor – e saber exatamente o que é esperado de você. 

Faça com seu líder um alinhamento de expectativas quanto a comunicação dia a dia. 

Exemplo: faz sentido ter 10 minutos com seu gestor no início do dia para levantar as atividades a serem priorizadas? 

Tome a frente deste tipo de alinhamento e não espere que ele lhe dê tudo estruturado. Lembre-se: essa é uma situação nova para seu líder também.

A maior parte de nós passa seus dias em proximidade com seus gestores, em contextos em que esta comunicação é fácil e fluida. 

Porém, isso não vai lhe ajudar em nada na atual circunstância de home office, e falhas de comunicação serão ainda mais frequentes nesse período se a sua equipe nunca teve cultura de trabalho remoto. 

O seu líder pode não estar acostumado a gerenciar pessoas remotamente, por exemplo. 

Ou a sua empresa talvez não tenha ferramentas para trabalho remoto, tais como Slack para comunicação escrita, ou o Zoom para videoconferência.

Ser propositivo e improvisar pode fazer a diferença neste momento: o FaceTime pode funcionar muito bem, assim como o bom e velho Skype. 

O importante é não deixar de se comunicar e criar um combinado que funcione para todos.

 

Mande embora a solidão

Até para aqueles acostumados com home office, a rotina pode parecer demasiadamente desestruturada ou solitária. 

Em 2019, um estudo da Buffer apontou que a segunda maior dificuldade dos profissionais que já trabalham remotamente é a solidão.

Para pessoas que moram sozinhas, a realidade de trabalho remoto pode ser ainda mais difícil. 

Alguns desses colaboradores, ao se sentirem solitários, optam por ir a um café ou um coworking para “ver gente”. 

Mas neste auto isolamento em que estamos, essas não são opções. 

O ideal é enriquecer as comunicações que você já tem, ao invés de procurar novas.

Videoconferência é um recurso que ajuda a manter o sentimento de comunidade, por estarmos vendo uns aos outros. 

Use e abuse desse recurso, faça uma call com aquele seu colega mais próximo para botar o papo em dia, junte a equipe numa conferência para cantar parabéns para o aniversariante – mantenha o comportamento interpessoal o mais próximo possível do que você está acostumado.

Times remotos de desenvolvimento de software por vezes se mantêm conectados por videoconferência por horas, apenas para “estarem ali” uns pelos outros e manter a via de comunicação aberta. 

Você vai encontrar nisso um contexto similar ao de estarmos todos em uma mesma mesa de trabalho colaborando durante o expediente.

Se você for um líder, perceba-se como o líder de torcida do seu time. 

Comemore as pequenas vitórias, fale com mais frequência com seus liderados e mantenha a vibe positiva! 

Seus funcionários estão sozinhos, ansiosos com o crescente contágio de Covid-19 e tendo uma experiência de trabalho remoto por período integral pela primeira vez.

Não deixe a moral cair e mantenha o espírito positivo. 

Se sua equipe perceber a sua intenção de estar presente, ela ficará mais segura e, consequentemente, mais produtiva.

 

Trabalhe de verdade

Dicas de home office são como grãos de areia em uma praia – temos inclusive outro post falando apenas de dicas para ser mais produtivo no trabalho remoto

Uma dessas dicas é não ficar o dia todo de pijamas só porque está em casa. 

Tome um banho e “vista-se” para trabalhar, pois isso lhe ajudará a definir mentalmente quando o trabalho começa.

Se você não tem um escritório em casa, faça o que puder para criar um espaço exclusivo para o trabalho, buscando garantir o mesmo nível de produtividade do escritório. 

Ao invés de ficar deitado na cama com o computador, tente algo mais intencional como ficar em um lugar distante de distrações, posicionar o seu computador em uma superfície, sentar-se de forma correta em uma cadeira e agir como você normalmente age em um escritório.

Isso também serve como um sinal claro para as pessoas que moram com você, especialmente se estas pessoas não trabalham enquanto você estiver trabalhando. 

Crie limites e faça alinhamentos com essas pessoas, algo como “quando esta porta estiver fechada, finja que eu não estou em casa, ok?”.

Acima de tudo: não fique com a TV ligada em noticiários enquanto trabalha. 

Passarão muitas notícias sobre o Covid-19 que não lhe ajudarão em nada a não ser aumentar a sua ansiedade. Deixe os updates da pandemia para depois do trabalho.

Com um espaço dedicado para o trabalho fica fácil explorar os benefícios do home office. 

Em uma pesquisa da FlexJobs que abrangeu mais de 7.000 trabalhadores remotos, 65% deles disseram que são mais produtivos em casa, citando os benefícios de ter menos interrupções de colegas, menos politicagem de escritório e menos estresse por não pegar trânsito.

Também é interessante definir o “fim” do seu dia de trabalho. 

Naquela pesquisa da Buffer que falamos anteriormente, a principal reclamação de quem trabalha remoto foi a inabilidade de se desconectar do trabalho depois do horário de expediente. 

Se você não está entrando e saindo de um espaço físico bem definido, tente criar um marco que lhe ajude dar um fechamento ao dia. 

Exemplo: fazer 20 minutos de exercício logo depois do expediente e tomar um banho podem lhe ajudar a desconectar do trabalho e começar as suas atividades pessoais.

Mesmo que você não tenha filhos para ficar cuidando enquanto trabalha, é muito fácil pensar durante o trabalho “eu tenho que colocar roupa pra lavar, deixa eu fazer isso rapidinho”. 

Essas ações em recorrência afetarão a sua produtividade, esse é o motivo de manter uma mentalidade de trabalho sério.

 

Infraestrutura

 

 

Alguns itens que fazem a diferença quando se trata de produtividade e saúde no trabalho remoto.

A sua mesa de trabalho home office é uma delas. A mesa e a cadeira são as duas partes mais importantes da sua experiência. Veja abaixo a lista completa:

  • Uma mesa com regulagem de altura (a da imagem acima é a Slikdesk High)
  • Mouse, teclado e headset sem fios
  • Monitor externo com suporte ergonômico
  • Cadeira com regulagem de encosto, que cubra todas as costas, tenha apoio de braços com altura regulável e regulagem na altura do assento
  • Luz natural
  • Se o laptop não tiver, uma webcam
  • Ambiente com um estilo de decoração de apreciação pessoal, para deixar o trabalho mais leve e menos tenso

Mas percebemos que muitos de nós estarão trabalhando da seguinte forma: